Maria ChermanMaria Cherman

Meus Vermelhos

óleo sobre tela

50x50cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Meus Vermelhos

óleo sobre tela

50x50cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

 Meus Vermelhos

 óleo sobre tela

 50x50cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Meus vermelhos

óleo sobre tela

110x100cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

 Meus Vermelhos

óleo sobre tela
140x148cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Meus Vermelhos

óleo sobre tela

150x142cm

 

Maria ChermanMaria ChermanMeus Vermelhos
óleo sobre tela

24x33cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

 Meus Vermelhos

Óleo sobre tela

100x110cm

 

Maria ChermanMeus Vermelhos

Óleo sobre tela

100x110cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Meus Vermelhos

óleo sobre tela

40x35cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Meus vermelhos

óleo sobre tela

60x80cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Meus vermelhos

óleo sobre tela

40x40 cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

 Meus Vermelhos

óleo sobre tela

40x35cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Meus vermelhos

óleo sobre tela

67x67cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Sem título

escultura
160x160x25cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

 Bailado

óleo sobre tela
110x100cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Meus Vermelhos

óleo sobre tela

150x140cm

 

Maria ChermanMaria Cherman

Meus Vermelhos

óleo sobre tela

90x140cm

 

Rigor e Organicidade, objeto vermelho, pintura retino e retiniano, Maria Cherman. O corpo é o erotismo velado de alegria. Com suas pinceladas naturais, manchas claras muitas vezes se revelam espaços corporais : seios, bundas, vaginas, criam uma espécie de dança visual que em contraste com o rigor das linhas retas e planos que compõem o seu objeto pintado, nos ilude formando uma perspectiva telúrica , onde o real e o irreal se encontram e se debruçam numa janela de sonhos.

Edmilson Nunes 2007

 

MINIBIOGRAFIA

 

Maria Cherman nasceu no Rio de Janeiro  trabalha e mora em Niterói. 

Graduada em Pintura e Professorado de Desenho pela Escola Nacional de Belas Artes e Faculdade Nacional de Filosofia com Pós Graduação em Arteterapia pela FAHUPE. Estudos na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e Aprofundamento em Pintura e 3D no CCPCM.

Realizou as individuais ROTOR Pequena Galeria do Centro Cultural Candido Mendes, Rio de Janeiro, RJ (2000); Diálogos-Galeria SESC Paulista, São Paulo, SP; Terceiro Espaço-Museu do Ingá, Niterói, RJ (1998); Encontros- SESC Teresópolis, RJ(1995).

Participou de diversas coletivas entre elas Cubo Além Mar-Fábrica Braço de Prata, Lisboa, Portugal; Meus Olhos te Tocam-Centro Cultural Calouste Gulbenkian; Projeto Acesso&VG Arte Contemporânea Qual é o Seu LINK, Rio de Janeiro, RJ (2017); Dix au Cube-Galerie Du Gênie, Paris, França; Dez ao Cubo Subindo a  Serra-Centro Cultural Raul de Leoni. Petrópolis, RJ (20015); Beuys, Para onde ele nos leva?-Centro Cultural Justiça Federal; Dez ao Cubo- Galeria Hiato, Juiz de Fora, MG: Dez ao Cubo, tudo junto e misturado-Artefato Galeria, Porto Alegre, RS (2014); Quadros-Galeria Ana Maria Niemayer, Rio de Janeiro, RJ; Experiência e Duração- Espaço Cultural Egydio Coser, Vitória, Espírito Santo(2007); O Sujeito na Teia dos Desejos-Galeria de Arte UFF, Niterói, RJ(2004).

Integrou os seguintes Salões de Arte: X Salão do Recôncavo-Centro Cultural Danemann, Bahia, BA(2010); 17º Salão de Arte Contemporânea de Praia Grande, SP(2005); 32º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, SP (2003); 31º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba, SP ; V e  IV Salão Unama de Pequenos Formatos, Belém, Pará (1999-1998); VI Bienal Nacional de Santos, SP (1998); 54º Salão Paranaense, Curitiba, PR (1997); XXI SARP, Salão de Arte de Ribeirão Preto, SP; IV Salão de Arte Victor Meirelles, Florianópolis, SC(1996); Novíssimos 96-IBEU, Rio de Janeiro, RJ (1996).

Recebeu Prêmio Incentivo no 6º Salão de Arte do SESC Amapá, Macapá(2006); Menção Especial na VI Universid’Arte, Casa de Cultura  da Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, RJ(1999); Prêmio Participação no 20º Salão Carioca de Arte- EAV Parque Lage, Rio de Janeiro, RJ (1996).

www.mariacherman.com

 

 

Maria Cherman

 

 

"Meus Vermelhos são abstrações no limite de uma possível figuração. São corpos que remetem ao erótico, â energia.

 Na minha escultura é recorrente o vermelho. Ela é composta por quadrados concêntricos que remetem a uma flor."

 Maria Cherman

 

 

Maria Cherman participou da coletiva EIXO 2016 > JUNHO. Para visualizar a exposição completa clique na imagem.